terça-feira, 1 de março de 2011

Chegada em BH 9480 km só falta 450 p/ o Rio


Retorno Deslocamento Asfalto 100000000 km's e etc. Agradecimento ao pessoal de Frutal MG que me ajudou a achar um lubrificante de qualidade (logico BR). Agora a BMTruck está em casa (Euroville) nas mãos de quem sabe cuidar da possante "Marcão",afinal ela merece. Para mim ainda falta uns 450 k , mas tambem me sinto em casa. Estou com minha esposa , familia e etc. Qdo chegamos ao O.Pacifico o objetivo estava alcançado na minha mente, o resto era voltar, mas sei que para as pessoas que nos amam, o verdadeiro sentimento de realização é chegar em casa. Agradecimento muito especial : pessoas que acompanharam, incentivaram, Deus, minha esposa Lu, meu pai e minha mãe, amigos,familia do Renan,big brother's, curiosos, pessoas que conhecemos no caminho, homem aranha, ben dez,galera de clorinda, povo de catua, povo andino, coxinhas bronzeadas e etc etc etc etc etc
Dica da Viagem: Sempre q possível coloque a moto na estrada, se for com um amigo , com certeza a viagem será melhor






click na imagem para ampliar


domingo, 27 de fevereiro de 2011

Chegada em CG - MS

Indescritível  o sentimento de chegar em casa .... tudo ótimo, viagem perfeita, as motos provaram que são brutas em seus propósitos. Depois faremos um resumo geral da viagem, com dados, médias e outras informações. Obrigado pelos comentários, seguidores do blog, amigos e familiares.

Gracias Clorinda Moto Clube

Tivemos a feliz oportunidade de reencontrar o pessoal do motoclube de Clorinda-ARG e fomos recebidos com um ótimo churrasco argentino e cerveja gelada. Fora a amizade construída, falamos de moto, viagens, dicas e no final foram projetadas num telão imagens do passeio que participamos de Salta a Cachi. Gracias hermanos motociclistas de Clorinda Moto Club. Cuando ustedes vienen a Brasil, háganoslo saber. Fue un placer conocestes. Buenos vientos.

Paso Jama

Partida de San Pedro de Atacama pelo famoso Paso Jama. Subimos até 4.600 e poucos metros - um frio de 3,5 graus. O landau resolveu fazer 17km/l com a nafta chilena, mas a abstinência durou pouco e logo sentiu sede. Paisagem maravilhosa, asfalto quase que perfeito. Nos caracoles, os come-faixas são um perigo. As carretas que levam sucata japonesa de antofagasta ao paraguay adoram lamber o acostamento oposto. Descemos 3.000 metros em poucas horas. Bateu um sono pesado nas Salinas Grandes. Coca-cola 350ml: 5 reais. Usar o banheiro num salar: 4 reais. Puxar um ronco sobre um chão de sal: não tem preço. Seguimos legal até San Salvador de Jujuy, passando por Purmamarca, vale a pena !
Dica do dia: se usar câmera de capacete, ancore-na ! (big brother danilo quase ficou sem)

Aqui TUDO bóia

Hoje cedo rodamos San Pedro em busca de um lava-jato ... missão impossível - aqui ninguem lava carro muito menos moto. Fomos parar numa oficina onde havia um compressor de água à diesel e demos um trato nas máquinas. Afinal, a viagem de volta se inicia amanhã, pelo Paso Jama. À tarde, fomos conhecer o Salar do Atacama, Ojos de Salar e Lagunas Cejar, onde a salinidade da água bate na casa dos 75% - é comparável ao Mar Morto, no Oriente Médio. Aqui só precisa de um gengis kan e carne.
Dica do dia: pisco sauer

sábado, 26 de fevereiro de 2011

O bate-volta que ninguém faz

Tirinho rápido, antofagastamos 4 horas para ir e mais 4 para voltar, 850 km, visitamos La Portada, La Mano de Desierto e a cidade em si. Aproveitamos para recompletar o nível de óleo das máquinas. Destaque para a quantidade de mineradoras e fundições nesta região. Objetivo alcançado. Depois de cumprimentar a mão de areia, voltamos a SPAtacama e batemos uma pizza no El Charrua, ao som de uma bandinha local muito boa que tocava chico trujillo - y si no fuera.
Dica do dia: os chilenos trabalham entre 10:40 - 12:30 e 16hs -18hs.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

A madrugada mais fria de todas

Acordamos às 3:30 da manhã. A van passou no hotel às 4 e demorou 2 horas pra chegar nos geisers. Lugar interessante, a terra vomita água a 85 graus celsius, com um forte hálito de enxofre. Visto os geisers, voltamos a SPAtacama e às 16h fomos visitar o vale de la Luna, que realmente faz jus ao nome. Espetacular, fizemos um tour em pleno deserto. O silêncio é ensurdecedor. Ver os gringos mais brancos que talco andando de havaianas em pleno deserto foi hilário. Amanhã iremos a Antofagasta (oceano Pacífico) visitar la Mano del Desierto e voltamos ao final do dia.
Dica do dia: se for ao deserto do Atacama, leve protetor solar fator 200.

Um dia que virou 3 - parte 3

Enfim deixamos a tierra de maradona e ainda no ripio entramos no Chile. No posto de fiscalização fitosanitária, fomos obrigados a abrir até a tampa da bateria do celular. Não se podia passar com alimentos, folha de coca ou qualquer produto de origem animal, incluindo as lembranças em couro que trouxemos de Salta. Mais leves, seguimos adiante. O Paso Sico é um bicho de 2 cabeças, e não de 7 como todos falam. A paisagem é maravilhosa e o tão esperado asfalto começa em Socaire, a 150 km de San Pedro de Atacama. Chegando no destino, já fizemos as reservas para os passeios turísticos de todos os dias. Amanhã o batidão começa, com saída às 4 da manhã para os geisers e vale de la Luna.
Dica do dia: se for entrar no chile, engula as lembranças e pegue-as no destino.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Um dia que virou 3 - parte 2

San Antonio de Los Cobres - Catua = 100km em 6 horas. Acumulados 2.070
Em San Antonio de los Cobres conhecemos uma dupla de loucos que também fez a ruta 40 naquele dia. Depois de deixar uns 200kg de barro no lava-jato, partimos da cidade fantasma para tentar chegar em SPA, mas o tempo feio e o choco-ripio só nos deixou patinar mais 100km. Fomos parar em Catua, onde conhecemos um superintendente da provincia de Jujuy que estava organizando uma feira internacional, mas o acontecimento do dia foi a nossa chegada (com spider-man e o Ben10). Arrumamos um galpão para pernoitar, ao som de uivos, ventos, estalos na telha e um casal de llama apaixonados. Armamos as carpas e o Danilo mostrou seus dotes culinarios e preparou uma sopa knor sabor galinha argentina. Estamos a 15km da fronteira com o Chile - Paso Sico - amanhã partiremos cedo para chegar em SPA.
Dica do dia: leve super-herois infláveis.



Um dia que virou 3 - parte 1

Salta - San Antonio de Los Cobres (Ruta 40) - 280km / 12:30h - Acumulados 1.970km
O plano era sair sair de Salta e chegar em San Pedro de Atacama. Na noite que antecedeu a partida, conhecemos um grupo do motoclube de Clorinda e uns paraguaios que nos chamaram para fazer um passeio incrivel até Cachi na Argentina. De lá, entramos na famosa ruta 40, para tentar cumprir o itinerário, mas o inverno altiplanico nos fez rodar 150 km em 9hs. Cruzamos rios, pegamos granizo, chegamos a 4.895m, cagamos na cabeça de um guarda, levamos uns tombos e chegamos a San Antonio de Los Cobres, que fica a 350km de SPA.
Dica do dia: se vier ao atacama, traga sua capa de chuva

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Pejerrey a la siciliana

Hoje tiramos o dia para descansar e nos prepararmos para amanhã, quando cruzaremos os Andes sobre rípio (off-road). Casa de cambio tava mais cheia que lotérica em dia de mega-sena acumulada. Optamos pelo cambio negro nos fundos do Cafe de Angelitos, um cenário parecido com os filmes de máfia, com capangas nos corredores e o El Capo numa sala reservada. O Don Corleone nos desejou boa viagem e partimos para visitar o centro de Salta, que é muito agitado e o transito se parece com o da Índia - a preferencial é de quem chega primeiro. (Motociclistas: aqui já tem a nova Super Tenere 1200). Fomos de moto ao Cerro San Bernardo e ao Dique Cabra Coral, onde comemos um Pejerrey (peixe) com quinoa e vinho saltenho.
Amanhã: acampamento nas lagunas Miscanti e Meniques, portanto, não haverá postagem, a não ser que tenha wi-fi no meio do deserto a 4.500m de altitude hehehe
Dica do dia: Pousada de las nubes e Passeio Cabra Coral.

Gomas Derretidas

Pampa del Infierno até Salta = 660 km 9:30 -15:30  Acumulado desde Foz d.Iguaçu = 1660
Os pneus (Gomas) se foram e mais 30 pesos de propina para pintar o posto policial (Crédito para o Leitão). Escassez de combustivel no final do chaco , rodamos por 1 hora no vapor da Vstrom (Landau).
Apesar de ser chamado de Pampa del Infierno (Região do Chaco) dormimos em um lugar far west tranquilão. Outro fato interessante é que os pneus se foram mesmo tendo como a maior temperatura do dia 32 graus. E agradecemos ao novo casal de amigos que fizemos no caminho e nos deram dicas importantes sobre a região de Antofagasta.
Dica do dia : Nunca compre pneu em Salta 20% mais caro que no Brasil

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Policia Policia Policia - Nunca vi tanta policia .....

Foz - Pampa del Inferno = 980km / 9:30 - 21:30

Aduana tranquila  e ao longo da rota muitas postos de controle da policia. Tivemos muita sorte, pois se tivesse que dar propina em cada um deles toda a grana da viagem ia pro brejo. Começamos a cumprimentar e acenar para todos e eles correspondiam e de uma maneira ou de outra não fomos parados, quebrando a tradiçao que motociclista brasileiro é a maior fonte de receita dos nossos hermanos policiais (caminera, florestarl, rural, etc ... Chegamos em Corrientes muito cedo e toramos até o início do Chaco Argentino, e acabamamos andando por 2 horas a noite, pois estava muito calmo e seguro.
Dica do dia: levar moeda local em espécie (efectivo).

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Carga nas bateras e alma lavada

Foz de Iguaçu - Descanso depois dos milzim de ontem. Tiramos a manhã para recarregar as baterias e de tarde tomar um mega banho nas cataratas. O volume de água estava acima do normal devido às chuvas, muito impressionante a Garganta do Diabo ! Fizemos o passeio do macuco, onde o bote dá um giro no pé das quedas - é de lavar a alma ! Lugar fantástico para quem curte ecoaventura. De volta aos preparativos pra encarar amanhã o próximo trecho até Corrientes - ARG.


sábado, 12 de fevereiro de 2011

1080 km 8:30 - 20:00 PEDAGIO PEDAGIO PEDAGIO

Campinas - Foz do Iguaçu - O dia q mais paguei pedagio na vida - R$ 6,80 moto - para uma estrada com sinal de transito e quebra mola BRINCADEIRA
Do mais, tudo ok. Show de bola - chuva - sol & uma pane seca básica - nada q a reserva de gasosa na bagagem não resolva
Agradecer a familia Contar pela estadia e pelo incrível BABAGANUCH ; que ia fazer até o Alibaba enfretar de novo os 40 ladrões


Tranquilo Tranquilo 450 KM Rio 40 graus

Saindo do Rio com 40 graus Dutra entrando na D.Pedro CHUVAUVHUVAVHUVACHUVA
18 graus
Testei " bota impermeavel - capa bota de lona impermeavel - polaina = tudo isso
para não molhar o pé , resultado duas horas e meia tinha mais agua dentro da bota que na estrada

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Campo Grande - Campinas

Trecho Campo Grande - 3 Lagoas debaixo d'água ! Muita chuva. Atravessando a barragem, o tempo ficou bom e a viagem rendeu 100%. Total 9 pedágios, 5 abastecidas, médias de 12km/l, 950km em 9 horas - mini-iron-butt. Ja estou em campinas, aguardando o parceiro danilo chegar do RJ à noite. Amanha partida para Foz do Iguaçu.



video


quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Chop Boa Viagem & Boa Sorte do pessoal do Rio

Agradeço a todos os amigos dos passeios motociclisticos pelas estradas do RJ (COXINHAS BRONZEADAS) obrigado pelas dicas e pelo chop da "Boa Viagem"



Tema do filme Long Way Round